quinta-feira, fevereiro 18

Ato I - O Primeiro passo

É facil reclamar de como a vida se apresenta, de como é grande um muro, de como as pessoas não entendem, de como tudo poderia ser mais bonito e utópico; Difícil mesmo é manter uma postura vibrante e positiva, tentar resolver seus problemas, encurtar distancias e mirar alto.
Segundo passo.
Mas como manter uma atitude positiva?De onde vem a vontade de seguir em frente?Como toda boa resposta,basta um pouco de introspecção para ser descoberta.Essa vontade é nada mais nada menos do que uma expressão direta dos pensamentos projetados naquele momento.
Uma corrida numa rua qualquer a pé, se o pensamento na hora for negativo (nossa que cansaço, não aguento mais) então rapidamente seu corpo obedecera sua mente e acabará parando de correr, entretanto se o pensamento for positivo ou se a mente estiver quieta seu corpo não será desmotivado pelas barreiras criadas a partir de pensamento.
Terceiro passo.
Fácil é desistir de correr,criar barreiras negativas de pensamento para que não se consiga algo, muito fácil porem pouco prático já que desistindo não se chega muito longe.Mesmo que o esforço seja extenuante e pareça impossível  o ideal é que se tente o máximo possível, as vezes parece inútil ou desnecessário, mas uma mente quieta é melhor do que uma mente que repete algo que não ajuda.
Quarto passo.
Tudo que o corpo precisa no quesito força de vontade é de si mesmo e mais nada toda a força do mundo está dentro de cada ser humano, isso nos torna exatamente o que nós queremos, mesmo alguns gastando com esforços diferentes e as vezes até contra-producente, todos temos algo que somos bons, seja em malabarismo,trabalhar, tocar algum instrumento ou qualquer outro modo de passar o tempo.
Quinto passo,Muro.

Depois disso cai a cortina vermelha e o primeiro ato acaba. Com uma salva de palmas por educação e um sorriso amarelo

Abraço
Do palhaço que escreveu

Nenhum comentário:

Postar um comentário