domingo, setembro 26

Pulsos

Batem forte os corações
Dos que vivem aos tropeções
Dos que julgam pela mão,
Dos que ferem em vão,
Dos que pensam em botões,
Dos presos de suas prisões.

Nenhum comentário:

Postar um comentário