quinta-feira, janeiro 27

Deus interior

Só eu sei, por tantos vales de lágrimas
Que eu sozinho atravessei
Só eu sei, quantos cortes na carne
Eu sozinho fechei
Só eu sei, quantos amores e dores
Sozinho esquecerei
Só eu sei.
Só eu.
Só, eu, meu deus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário