quarta-feira, fevereiro 9

Poema para.

Ouço ao longe a canção
que me floresce na alma
flores de sentimento
com distintos aromas

A música me envolve
mas dentre as flores
tem uma azul, tristeza
o que vai ser das flores
sem a canção pra lhes sustentar

Sinto o sentimento padecer
nascer crescer e morrer
sinto um pedaço de mim
que nunca mais.

será apenas lembrança
de um momento
em que eu fui apenas criança.

Nenhum comentário:

Postar um comentário