domingo, junho 26

Era uma vez, um cigarro.
Cansado de viver, pegou um isqueiro e 
ascendeu-se para o céu 
em forma de fumaça. 
Deu-me um trago.

Um comentário:

  1. E as cinzas, espelhadas na roupa, me fizeram pensar: Sua alma, eu já a tenho nos pulmões. De seu corpo, parte está no chão, a bituca do que sobrou do pó...

    ResponderExcluir